Parque Linear Caxingui

O Parque Linear Caxingui faz parte do Plano Diretor da Cidade de São Paulo e é uma das últimas reservas verdes, remanescente da Mata Atlântica.

Este parque não é o único que está sendo ameaçado com a mudança da Lei de Zoneamento que está em fase de discussão na Câmara Municipal de São Paulo. Uma das mudanças propostas é a utilização de áreas verdes protegidas para construção e desmatamento.

“No último dia 2 de Junho, o prefeito Fernando Haddad enviou à Câmara Municipal de São Paulo o PL 272/2015, que complementa o Plano Diretor e trata do uso e ocupação do solo. De acordo com o texto dos artigos 27 a 34, o PL abre a possibilidade do uso das áreas verdes do município para a instalação de equipamentos públicos.” Declara Maurício Broinizi, coordenador da Secretaria Executiva do Movimento Nossa São Paulo.

O argumento da Prefeitura é que existe uma falta de terrenos para a construção de creches e escolas. A verdade é que os terrenos que restam na cidade de São Paulo são caros e a Prefeitura utiliza essa desculpa dizendo que mais pessoas circulando nessas áreas verdes farão com que elas sejam mais conhecidas e cuidas. Desculpa esfarrapada.

Desde o início da crise hídrica na cidade, ficou claro que precisamos de mais áreas verdes, nossa cidade está cada vez mais impermeabilizada, aquecida e poluída. Essas áreas ajudam na diminuição das enchentes, melhoram nosso clima, diminuem a temperatura da cidade.

A fim de tentar impedir esse desastre, a Rede Nossa São Paulo, vai encaminhar um manifesto à Câmara Municipal de São Paulo contra parte do projeto da nova Lei de Zoneamento que permite a construção de equipamentos públicos em áreas verdes da cidade.

Os moradores do distrito do Morumbi também abraçaram essa causa, marcaram para hoje um encontro pelo Facebook na frente da Câmara Municipal de São Paulo, onde estará acontecendo a Revisão Participativa da Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (LPUOS). O objetivo é discutir e propor mudanças no texto referente à temática ambiental.

Preciso do email p/ saber como foi esse encontro…

Vamos ajudar? Acesse: https://www.facebook.com/parquelinearcaxingui

Falando em Mata Atlântica aqui vão alguns dados chocantes:

– abrangia uma área equivalente a 1.315.460 km2

– estendia-se originalmente ao longo de 17 Estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí)

-restam 8,5 % de remanescentes florestais

-vivem na mata: Mais de 20 mil espécies de plantas, sendo 8 mil endêmicas, 270 espécies conhecidas de mamíferos, 992 espécies de aves, 197 répteis, 372 anfíbios, 350 peixes

Ouça entrevista com Maurício Broinizi, coordenador da Secretaria Executiva do Movimento Nossa São Paulo.: http://cbn.globoradio.globo.com/colunas/cidades-sustentaveis/2015/06/18/PRECISAMOS-FAZER-UMA-DEFESA-INCONDICIONAL-DAS-AREAS-VERDES-DE-SAO-PAULO.htm#ixzz3iSuWM7Cq

 

2015-11-17T14:39:53+00:00