Costurando o bem!

Vestidos de algodão para as meninas do sertão.

Esse é o nome do projeto da pernambucana Thereza Maria. Ela quer costurar um vestido por dia e no Natal entregar para as meninas do Sertão.

O projeto vem crescendo e hoje ela não está mais sozinha costurando.

Ela e suas voluntárias já possuem vestidos prontos e querem chegar em 301 vestido até 20 dezembro. Nesta data os vestidos serão doados em algumas cidades de Pernambuco.

Ah! Elas não esqueceram dos meninos, eles também receberão camisetas e shorts.

A artista paulista Maria Cininha encantou-se com a iniciativa e fez a (linda) arte do projeto. A bordadeira Jaci Ferreira, também de São Paulo, soube do trabalho e decidiu costurar e bordar um vestido para mandar para Tereza. Contou para as alunas. Logo arrumou mais 30 voluntárias dispostas a bordarem 30 vestidinhos.

Adorei saber que a Escola Pueri Domus Araraquara embarcou nessa iniciativa e quer fazer parte dessa história, arrecadando material de costura para o projeto. Estabeleceu-se um movimento: Que classe é mais solidária? Uma Campanha do Bem entre os alunos.

Inspiração

Tudo começo quando Thereza viu a história de Lillian Weber, uma senhora que completou 100 anos em maio e 1000 vestidos confeccionados por ela (sozinha!). Ela é uma das volunárias da ONG americana Little dresses for africa, pequenos vestidos para África. Sua filha conta que ela faz questão de personalizar cada vestido com um detalhe, um bolso, um enfeite diferente.

Dando uma olhada no site da ONG descobri que eles fizeram um site especialmente para arrecadar fundos para enviar os vestidos para as meninas africanas. Isso por que Lillian virou uma celebridade da costura! Sua história se espalhou pelo mundo por meio da internet.

 

“Após ler a referida matéria pensei comigo mesma: Meu Deus! Que gesto extraordinário dessa senhora. Quanta generosidade!

Pois bem, confesso que fiquei tão impressionada com a história que li, que resolvi tentar fazer algo parecido. Claro que sem nenhuma pretensão em me igualar a ela. Mas a vontade de fazer algo nesse sentido me deixou entusiasmada.” Conta Thereza.

 

Achei interessante, pois Thereza diz que já é mãe, avó, esposa e ainda  servidora pública, mas mesmo assim resolveu fazer a diferença. Começou no dia 1º de março a costurar seu primeiro vestidinho. Depois criou uma página no Facebook e vem recebendo ajuda e doações.

 

Oportunidade de ajudar Thereza e seu projeto!

Além dos vestidos, ela irá enviar uma infinidade de adereços para os cabelos, enfeites e até chinelinhos! Você pode contribuir com tudo ou escolher ítens dessa lista:  linha em algodão, botões, agulhas de máquina nº 11, fitas, bicos de cambraia bordada em algodão (não serve bico de nylon), tecidos em algodão, zíper, retalhos de tecidos em algodão.

 

Deixo com vocês links legais, o site do projeto da Thereza, uma escola de costura virtual que doou um molde de vestido para Thereza usar, o link do projeto americano…..

http://escoladecosturar.com.br/vestidos-em-algodao-para-as-meninas-do-sertao/

http://vestidodealgodaoparaasmeninasdosertao.blogspot.com.br/

http://www.littledressesforafrica.org/

http://www.estudiomariacininha.com.br/

Contatos de Thereza:  Whatsapp 08186181194

email: vestidosdealgodao@gmail.com

2017-01-25T19:23:46+00:00

About the Author: